Notícias

Quadrilha é presa suspeita de vender carros roubados na internet, em Goiânia

28 de março de 2014, às 11:39

Jovens também assaltavam casas e traficavam drogas em Goiânia, diz polícia.
Delegado apura se ordens para os roubos saiam de dentro de presídios.

A Polícia Civil apresentou na quinta-feira (27) uma quadrilha suspeita de roubar veículos e residências e traficar drogas em Goiânia. Os agentes chegaram até os cinco supostos assaltantes por meio de um perfil no Facebook, onde eles anunciavam os veículos.
“Tamanha é a folga dos bandidos hoje em dia que eles roubavam os veículos, adulteravam esses documentos, colocam placas frias e divulgavam em uma página do Facebook para vendê-los com um preço abaixo do mercado”, relatou o delegado Edson Carneiro, titular da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (Derfrva) e responsável pelo caso. A polícia também vai apurar se a quadrilha agia a mando de detentos do sistema prisional.

A polícia investiga ainda os compradores desses veículos. “Algumas pessoas falam que compram de maneira inocente. A polícia não acredita nisso. Um veículo que custa R$ 120 mil e a pessoa paga R$ 30 mil. Quando a esmola é demais o santo desconfia”, disse o delegado. Os compradores podem ser indiciados por receptação.
De acordo com Carneiro, os jovens, com idades entre 18 e 22 anos, abordavam as vítimas sempre de forma muito violenta empunhando armas de fogo para tentar intimidar as vítimas. Todos os presos já têm passagem pela polícia por roubo e um deles tem mandato de prisão por homicídio.
“São elementos de extrema violência que entram nas residências e subjugam as vítimas. Nós entramos em contato com uma das vítimas e só de saber que eles [assaltantes] estavam presos, ela começou a chorar de nervosa de ter que vir na delegacia para fazer o reconhecimento”, afirmou o delegado.

Fonte: g1 goiás